Avaliação: Hyundai New Tucson

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

 

A Hyundai apresentou nesta semana, durante o Salão do Automóvel, o New Tucson, que já é feito em Anápolis (GO) ao lado dos “irmãos” Tucson e ix35 – por ora, os dois continuam à venda. A fabricação nacional foi antecipada com exclusividade por Autoesporte em setembro de 2014. O SUV será oferecido em duas versões (GL e GLS), com preços a partir de R$ 138.900, mas haverá uma edição especial de lançamento, batizada Top, limitada a 30 unidades. A marca divulgou apenas o preço da configuração de entrada, mas é esperado que a opção intermediária avaliada chegue às lojas por aproximadamente R$ 150 mil.

 

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

 

Impressões ao volante

Por fora, o desenho da carroceria entrega a inspiração alemã do New Tucson, mas nos primeiros quilômetros rodados já dá para notar que o espírito europeu vai além do visual. A suspensão tem acerto firme e mantém o SUV sob controle nas curvas, assim como em velocidades mais altas, mas o conforto não ficou comprometido em favor da estabilidade.

Como já acontece com outros modelos da marca, a direção assistida eletricamente tem ajuste leve, o que facilita as manobras na cidade. Por outro lado, as percepções do asfalto são “absorvidas” quase que por completo, frustrando quem espera uma condução menos anestesiada.  O bom isolamento acústico da cabine também ajuda a criar um “mundo à parte”.

No que diz repeito à dinâmica, há uma boa evolução em relação ao antecessor ix35, mas é sob o capô que se esconde o principal trunfo do novo SUV: o motor 1.6 16V turbo com injeção direta de gasolina capaz de entregar 177 cv e 27 kgfm de torque entre 1.500 e 4.500 rpm associado a um câmbio automatizado de dupla embreagem e sete velocidades.

O conjunto mecânico garante agilidade ao New Tucson no ambiente urbano, além de fôlego para retomadas e ultrapassagens em rodovias. As trocas de marchas são rápidas, mas borboletas atrás do volante seriam bem-vindas – as trocas manuais são feitas apenas por meio da alavanca. De acordo com a marca, a aceleração até os 100 km/h se dá em 9,1 segundos.

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

 

Custo-benefício

Bem equipado desde a versão de entrada, o modelo recebe alguns “mimos” a partir da configuração GLS, como teto solar panorâmico, maçanetas externas cromadas, luzes diurnas e lanternas de leds. Quer retrovisor eletrocrômico, bancos dianteiros com resfriamento e aquecimento, detector de ponto cego e assistência de estacionamento? O jeito é levar a Top.

Como já era de se esperar, o acabamento tem superfícies macias no painel e plásticos suaves ao toque por toda a cabine, mas os porta-objetos sem fundo emborrachado destoam. A nova central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas não tem GPS, ao contrário do ix35, mas é intuitiva e aposta por sistemas de espelhamento CarPlay e Android Auto.

O que decepciona é a falta de alguns itens de segurança que têm se tornado comuns entre os modelos importados da mesma faixa de preço, como frenagem de emergência, controle de velocidade adaptativo e assistente de permanência em faixa. Controles de estabilidade e de tração, assim como airbags laterais e de cortina vêm de série em todas as configurações.

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

 

Vale a pena?

Sim. Não há condução semi-autônoma, mas o conjunto mecânico garante ao New Tucson o comportamento de hatch médio e a lista de equipamentos tem bom recheio desde a versão de entrada. Comparado ao ix35 e até mesmo ao Santa Fé, a novidade é a melhor opção entre os SUVs de cinco lugares da marca à venda por aqui, mas o fabricante também quer brigar com as opções mais baratas do Audi Q3 e do Mercedes-Benz GLA – ainda que não tenha o mesmo prestígio das alemãs. Aí vai do comprador escolher conteúdo ou “status”.

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

Hyundai New Tucson (Foto: Marcos Camargo / Autoesporte)

Fonte->> Revista Auto Esporte

Related posts

Carros antigos são quatro vezes mais fatais em acidentes

Carros antigos são quatro vezes mais fatais em acidentes


Carros antigos são quatro vezes mais fatais em acidentes

 Na colisão entre um modelo atual e outro de 1998, qual causaria menos danos ao motorista? A resposta talvez seja óbvia – afinal, o “veterano” tem menos tecnologias –, mas o ANCAP, órgão que avalia a segurança dos carros vendidos na Austrália e na Nova Zelândia, bateu dois...

Chevrolet Onix 2018 já está disponível nas concessionárias por R$ 40.500

Chevrolet Onix 2018 já está disponível nas concessionárias por R$ 40.500


Chevrolet Onix 2018 já está disponível nas concessionárias por R$ 40.500

 A linha 2018 do Chevrolet Onix, atual líder de vendas no Brasil, já está disponível nas concessionárias da marca, conforme apuramos em São Paulo (SP). A novidade ainda não foi lançada oficialmente e tampouco teve os preços divulgados pelo fabricante, porém, todos os...

Teste: Chevrolet S10 LTZ 2.5 flex AT 4×4

Teste: Chevrolet S10 LTZ 2.5 flex AT 4x4


Teste: Chevrolet S10 LTZ 2.5 flex AT 4x4

 O “cardápio de versões” pra lá de variado da Chevrolet S10 acaba de receber uma nova combinação: motorização flex e câmbio automático. A inspiração veio da rival Toyota Hilux, que – talvez não por acaso – conquistou a liderança no segmento de picapes médias. E agora?...

Leave a comment