Câmara municipal de SP aprova projeto de lei que fiscaliza uso do GNV

GNV (Foto: Divulgação)

GNV (Foto: Divulgação)

 

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou ontem (19) o Projeto de Lei 538 de 2013 que impõe novas regras para a fiscalização e abastecimento de veículos que utilizam o kit gás. O texto, dos vereadores Alessandro Guedes (PT) e Salomão Pereira (PSDB), foi aprovado após a explosão de um carro que estava sendo abastecido com o gás GNV no Rio de Janeiro e resultou na morte de uma mulher. Se sancionada pelo prefeito João Doria, a lei determinará que revendedores do combustível GNV coloquem placas com os procedimentos de segurança para o abastecimento em seus postos. 

As placas deverão conter: o registro de revendedor varejista de GNV expedido pela ANP – Agência Nacional de Petróleo; advertência para que todos os ocupantes se retirem do veículo no momento do abastecimento; condições de uso, da nocividade e da periculosidade do gás; nome e a razão social do revendedor varejista de GNV e, por último, o nome e site do órgão regulador e fiscalizador das atividades de distribuição e revenda de combustíveis (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP).

Além disso, o projeto de lei determina que seja de responsabilidade dos funcionários dos postos solicitar que as pessoas, durante o abastecimento com GNV, saiam do veículo (inclusive o condutor), desliguem o motor, apaguem as luzes, não fumem e desliguem todos os aparelhos eletrônicos. De acordo com o texto da lei, o descumprimento das novas regras resultará em multa de R$ 5 mil. O valor ainda poderá ser duplicado, caso haja reincidência.

A Câmara possui o prazo de dez dias para enviar uma carta ao prefeito de São Paulo. A partir do recebimento do documento, João Doria deverá sancionar ou vetar a PL dentro de 15 dias úteis. Se o projeto for aprovado, a prefeitura é obrigada a regulamentar a lei em até 30 dias.

Placas em Inglês

Outro projeto que trata de mobilidade foi aprovado pela Câmara dos Vereadores de São Paulo ontem (19). O PL 614 de 2011 do vereador Senival Moura (PT) propõe que as placas de sinalização de vias sejam obrigatoriamente escritas também em inglês. Caso o prefeito de São Paulo aprove o texto, a mudança será aplicada apenas em placas de vias arteriais, ou seja, de grandes avenidas com diversas pistas que ligam os bairros ao centro e regiões do município entre si.

Fonte->> Revista Auto Esporte

Related posts

Fiat Strada 2018 tem preço entre R$ 47.250 e R$ 75.490

Fiat Strada 2018 tem preço entre R$ 47.250 e R$ 75.490

A Fiat fez algumas mudanças na Strada para a linha 2018. Entre as novidades, estão preço mais baixo para algumas versões (incluindo a de entrada) e visual mais voltado para o trabalho. O objetivo é distanciar a picape da irmã maior Toro, líder de vendas no país no acumulado do...

HYUNDAI I30 GANHA VERSÃO FASTBACK COM ESTILO DE BMW SÉRIE 3 GT

HYUNDAI I30 GANHA VERSÃO FASTBACK COM ESTILO DE BMW SÉRIE 3 GT

  O Hyundai i30 já disse adeus ao Brasil e a nova geração ainda está longe de desembarcar por aqui, mas o modelo até ganhou uma versão “Fastback” lá fora. Com estilo de cupê com quatro portas, o modelo lembra a proposta dos BMW Série 3 GT e Série 5 GT, com teto de...

NOVO FORD ECOSPORT: OS PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO SUV

NOVO FORD ECOSPORT: OS PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO SUV

Demorou, mas finalmente o Ford EcoSport foi renovado. Do lado fora, as mudanças não foram tão extensas quanto no interior e no conjunto mecânico, mesmo assim trouxeram melhorias que podem ajudar o Eco a se manter em dia com os concorrentes. Em linhas gerais, o Ecosport evoluiu...

Leave a comment