Hyundai HB20X 2016 ganha direção elétrica e tem preço inicial de R$ 55.395

O “aventureiro” Hyundai HB20X chegou à linha 2016 e, assim como o irmão HB20, ganhou novo visual. Mas a reestilização traz detalhes exclusivos que tentam deixá-la bem diferente da versão padrão do carro. Mas o destaque não é visual e sim a nova direção elétrica, exclusividade para a linha HB20X. Outra importante novidade é que os câmbios manual e automático são sempre de seis marchas, para reduzir o consumo de combustível.

As novidades, porém, encareceram o carro entre R$ 2.300 e R$ 2.940 em cada versão. A partir de agora, as lojas cobram R$ 55.395 pelo modelo de entrada (Style manual), R$ 59.395 pelo intermediário (Style automático) e R$ 62.395 pelo topo de linha (Premium automático). Se o consumidor optar por incluir bancos de couro e central multimídia (vendidos separadamente como opcionais exclusivos da versão Premium), o preço chega a salgados R$ 66.485. As vendas começam no dia 14 de novembro.

Mais econômico

A motorização continua a mesma vendida até agora: sempre um 1.6 de 128 cv a 6 mil rpm e 16,5 kgfm a 5 mil rpm, com etanol. Mecanicamente, a principal mudança fica por conta das transmissões manual e automática, que sempre têm seis velocidades. Em comparação aos câmbios manual de cinco e automático de quatro marchas vendidos anteriormente, os novos prometem reduzir o consumo de combustível do carro. Autoesporte ainda não teve oportunidade de fazer esta medição, mas a Hyundai afirma que o HB20X com o novo câmbio manual faz 8,3 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada, enquanto com câmbio automático faz 7,1 km/l e 8,7 km/l, respectivamente e sempre abastecido com etanol.

Fotos: Hyundai HB20X 2016

 

As novas caixas de transmissão, aliadas a alterações técnicas nas velas de ignição, pistões, anéis de vedação, alternador e nos novos defletores e pneus verdes, contribuíram com melhorias, inclusive, na classificação do carro pelo Inmetro. O HB20X manual passou da nota B para a nota A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, que avalia o nível de emissões de poluentes de cada veículo. Mas, a alteração mais sensível foi no motor com câmbio automático, que saltou da nada satisfatória nota D para a A. Na prática, as duas versões, agora, figuram entre os carros com menores taxas de emissões no país.

Uma das explicações oficiais da Hyundai para a direção elétrica ser exclusividade da versão aventureira é que a maioria das unidades vendidas dela é equipada com câmbio automático. Assim, a direção elétrica contribuiria com a redução no consumo de combustível, que costuma ser pior nessa configuração. A marca também explica que o HB20X é mais caro do que o HB20, então o custo da nova peça seria melhor absorvido. Por fim, explicam que “a porcentagem de clientes mulheres é maior no HB20X, cerca de 50% do total, sendo um público que valoriza mais esse tipo de conforto”.

Versões e preço

O HB20X segue sendo vendido em duas versões – Style e Premium -, sendo que só a de entrada tem opção de câmbio manual e automático. A topo é sempre equipada com a transmissão automática. Confira os itens de série, opcionais e preços de cada configuração:

HB20X Style manual (R$ 55.395, encarecimento de R$ 2.300): Direção elétrica, ar-condicionado, quatro vidros elétricos, retrovisores elétricos com repetidores de setas, computador de bordo, volante com regulagem de altura e profundidade, banco do motorista com ajuste de altura e banco traseiro rebatível. O sistema de som batizado de blueAudio conta com rádio, MP3, entradas USB e auxiliar, Bluetooth e comandos no volante. Há, ainda, faróis de neblina, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, barras de teto, limpador e desembaçador do vidro traseiro, chave canivete e pedais com acabamento em alumínio. O pacote de itens de segurança tem alarme, travamento automático das portas e fixação Isofix. As rodas são de liga-leve de 16 polegadas.

Editora Globo (Foto: Editora Globo)

HB20X Style automático (R$ 59.395, encarecimento de R$ 2.940): Adiciona transmissão automática de seis velocidades e apoio de braço no banco do motorista.

HB20X Premium automático (R$ 62.395, encarecimento de R$ 2.440): Adiciona ar-condicionado automático digital, retrovisores externos com rebatimento elétrico, sensor de ré e crepuscular, volante e câmbio revestidos de couro, banco traseiro bipartido, iluminação no porta-luvas, faróis com projetores e luzes de LED e maçanetas e frisos cromados nas laterais. O pacote de segurança ganha airbags laterais e alarme volumétrico com sensor de inclinação.

Editora Globo (Foto: Editora Globo)

Opcionais da versão Premium

Sistema multimídia blueMedia (R$ 2.500): adiciona tela sensível ao toque de 7 polegadas, Bluetooth, e sistemas CarPlay (conectividade com iPhones 5 e superiores a partir de janeiro de 2016) e Car Link (conexão com smartphones Samsung e LG).

Bancos de couro marrom: R$ 1.590

Editora Globo (Foto: Editora Globo)

Tecnologias

O HB20X ficou mais conectado, mas apenas na versão topo de linha. Isso porque a configuração Premium passa a contar com sistema multimídia mais avançado, com novas opções de conectividade. Os passageiros que têm celular iPhone poderão conectar o aparelho à tela usando a tecnologia CarPlay. Desenvolvida especificamente pela Apple, a novidade limita o uso da tela para algumas funções do celular, visando diminuir a distração do motorista. Por outro lado, fica mais fácil localizar contatos, receber e enviar mensagens e ouvir músicas, podcasts e livros digitais. A novidade, porém, só estará homologada pela Apple a liberada para os consumidores em janeiro do ano que vem. Quem comprar o HB20X antes disso, poderá contar com o sistema depois de fazer uma atualização no sistema em 2016.

Espelhamento de tela de smartphone Android na multimídia do Hyundai HB20X 2016 (Foto: Divulgação)

Pena que quem usa smartphones Android não contará com o sistema Android Auto, semelhante ao da Apple, mas feito pelo rival Google. A Hyundai oferece um sistema batizado de Car Link, que permite espelhar a tela do seu celular na multimídia do carro. Mas, o sistema tem alguns poréns. Enquanto está espelhado, o celular tem que ficar com a tela sempre ligada, consumindo bateria. Além disso, o sistema pode não ser instalado corretamente em alguns celulares, dificultando o uso. Por outro lado, é possível usar o aplicativo Waze direto no carro.

Já o computador de bordo de todas as versões foi atualizado e ganhou uma nova função. Ela monitora o tempo de uso do carro e os quilômetros rodados para alertar quando a próxima manutenção tem que ser feita.

Editora Globo (Foto: Editora Globo)

Cores

A Hyundai produz o hatch “aventureiro” em seis opções de cores, sendo que a verde Forest metalizada é exclusiva desta versão. A branca sólida e a prata Sand metálica não encarecem o valor do carro, enquanto as outras metálicas (bronze Terra e prata Metal) e as perolizadas (verde Forest e azul Sky) custam R$ 1.100.

Rivais

Editora Globo (Foto: Editora Globo)

 

Related posts

Inspeção Veicular será obrigatória em 2019

Inspeção Veicular será obrigatória em 2019

  Contran regulamenta programa nacional de inspeção que deverá verificar as condições de segurança e de emissão de poluentes dos veículos em circulação O Conselho Nacional de Trânsito do Ministério das Cidades (Contran) regulamentou o Programa de Inspeção Técnica Veicular (ITV), que...

13 COISAS QUE DANIFICAM A PINTURA DO CARRO

13 COISAS QUE DANIFICAM A PINTURA DO CARRO

Confira as principais situações que devem ser evitadas para não haver gastos com a tinta da lataria. Não é novidade que, na hora de vender o carro, uma das coisas que o valoriza (ou não) é o estado em que a pintura se encontra. Muitos fatores podem contribuir para o seu estrago, por isso...

PEUGEOT CONFIRMA 5008 PARA O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2018

PEUGEOT CONFIRMA 5008 PARA O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2018

O crossover médio-grande terá o mesmo 1.6 THP de 165 cv do menor 3008 e opção de sete lugares A Peugeot confirmou oficialmente a chegada do 5008 para o primeiro semestre de 2018. O crossover médio-grande utilizará o mesmo powertrain do menor 3008, ou seja, virá com o motor...

Leave a comment